®




Ultima Atualização
10/08/2017

Total de Acessos
197.632
On Line
000.001



INFANTIL          MINISTÉRIOS DE APOIO - INFANTIL

MINISTÉRIO INFANTIL

 

                      

Superintendência Geral:

 

Visão do Ministério;

 

Suporte Espiritual.

 

 

Superintendência Específica:

 

Direcionamento do Ministério quanto à visão, organização e funcionamento;

 

Suporte Espiritual;

 

Redirecionamento do trabalho, quando necessário;

 

Fortalecimento da visão com reuniões periódicas.

Coordenadores do M.I. da Congregação:

 

Suporte Espiritual;

 

Fortalecimento da visão e organização do Ministério com os facilitadores em reunião bimestral, estudando com eles os princípios do material, que posteriormente, serão  ministrados às crianças;

 

Promover recursos (humano, material e espiritual) para os facilitadores;

 

Programar escala: de facilitadores para a Celebração, da ceia e dos eventos comemorativos durante todo o ano;

 

Fazer um programa de aula, estabelecendo horários para as atividades, visando um melhor desempenho e aproveitamento do tempo;

 

Comprar material didático (lápis, borracha, papel, etc.) e o lanche para as crianças (tipo, a quantidade e o valor deverão ser pré-estabelecidos com o Coordenador da Celebração);

 

Estão sob a cobertura direta do Coordenador da Celebração, informando-lhe sobre tudo; 

 

Ter um ou mais assistentes para auxiliar na organização;

 

As crianças poderão divididas em três turmas:

Crianças de 1 a 3 anos (berçário): organização e escala com o casal designado;             

crianças de 4 a 5 anos, 6 a 7 anos, 8 a 10 anos.

 

Para cada turma,  um (1) ou dois (2) facilitadores por aula e seis (6) facilitadores fixos, em rodízio a cada três (3) semanas. Cada semana será de responsabilidade de um grupo, que será formado por dois (2) facilitadores de cada uma das quatro turmas, totalizando oito (8) pessoas para cada grupo.  

 

Facilitadores das Salinhas

 

Organizar seu próprio material (chegar alguns minutos mais cedo para a montagem da salinha, como também separação do lanche para sua turma) e desmontar ao final da Celebração;

 

Preparar-se com estudo da palavra e oração, buscando sempre a direção de Deus para uma boa ministração da aula;

 

Responsabilidade de repassar a pasta para o próximo facilitador;

 

Na impossibilidade de comparecer à Celebração, o facilitador deverá comunicar ao coordenador e entrar em contato com o facilitador da semana subseqüente e da mesma turma, para assumir a salinha. Se não conseguir alguém, repassar ao coordenador;

 

Informar tudo o que acontecer na salinha (bênçãos, dificuldades ou problemas) ao coordenador.

 


O Senhor é a minha fortaleza, socorro bem presente na Angustia!!!





Desenvolvimento & Manutenção de sistemas WEB